Visão Hospital de Olhos

Abril Marrom: Mês da Prevenção e Combate à Cegueira

Abril Marrom é a campanha criada em 2016 com o objetivo de conscientizar a população para a prevenção, diagnóstico, tratamento precoce e reabilitação da cegueira.

Como curiosidade, a cor marrom foi escolhida para representar a campanha por ser a cor da íris, a parte colorida dos olhos da população brasileira.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil possui cerca de 1,2 milhão de cegos, sendo que aproximadamente 60% dos casos de cegueira poderiam ser tratados ou até evitados com o diagnóstico precoce.

O cuidado com os olhos deve começar desde o nascimento, com a realização do teste do reflexo vermelho, mais conhecido como teste do olhinho (ou de Bruckner), que pode identificar catarata congênita, alteração da córnea e até problemas na retina. Desde então, é recomendada uma avaliação de rotina com um oftalmologista logo nos primeiros meses de vida e depois periodicamente.

Passando essa fase, o alerta passa a ser o estrabismo, a partir dos seis meses e até os 5 anos. A doença é caracterizada pelo desequilíbrio na função dos músculos oculares e causa um desalinhamento dos eixos visuais.

Entre os 8 e os 14 anos, os erros de refração, como a miopia e a hipermetropia são os problemas oculares que normalmente afetam crianças e pré-adolescentes.

Já a partir dos 40 anos, temos o aumento da chance de desenvolver glaucoma, que, quando não tratado, pode levar à cegueira irreversível. A doença é caracterizada pela lesão do nervo óptico (não só pressão alta).

Além disso, manter hábitos saudáveis e evitar a exposição prolongada às telas de computadores, celulares e tablets podem colaborar.

Dicas práticas

Alimentação: consumir alimentos como cenouras, folhas verdes, ovos, frutas vermelhas, cítricas e peixes ajuda a evitar problemas na visão. O ideal é manter uma alimentação balanceada incluindo alguns desses alimentos nas refeições.

Exposição à luz: a constante exposição à luz azul violeta (emitida por TVs, celulares, computadores, tablets e por lâmpadas de LED) pode causar danos aos olhos. Por isso, é importante fazer pausas a cada 30 minutos de exposição.

Controle da diabete: a falta de controle da diabete pode causar rompimento do vaso sanguíneo dos olhos, que se não tratada pode causar cegueira. Assim, é muito importante fazer o controle periódico da glicemia e seguir as orientações médicas para evitar danos à visão.

Exposição ao sol: a exposição solar de forma intensa e prolongada pode causar danos oculares. Para evitar que isso ocorra, é fundamental que as lentes dos óculos (solares e de grau) tenham proteção contra os raios UV.

Dormir bem: o sono inadequado pode contribuir para a fadiga ocular, causando irritação nos olhos, dificuldade para focalizar, secura ou lágrimas excessivas, visão turva e sensibilidade à luz. O ideal é dormir no mínimo sete horas contínuas e em ambiente com nenhuma ou baixa luminosidade.

Pronto para agendar uma consulta com o oftalmologista?

Então, agende agora no Visão – Hospital de Olhos, em Dourados, Mato Grosso do Sul: www.visaohospitaldeolhos.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Falar com Atendente
Agende uma consulta aqui!
Visão - Hospital de Olhos, Dourados/MS
Olá, tudo bem? Em que podemos ajudar?